Domingo, 19 de Maio de 2024
22°

Parcialmente nublado

Canaã dos Carajás, PA

Geral INCENTIVO À IN...

Governo do Pará garante apoio ao desenvolvimento de paratletas em várias modalidades

Programas como ‘Bolsa Talento’ e ‘Parádesporto’ cedem espaços para treinamentos e custeiam viagens para participações em competições dentro e fora ...

30/04/2024 às 08h07
Por: Lammego Rádio Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Crédito: Marcelo Lelis / Ag. Pará
Crédito: Marcelo Lelis / Ag. Pará

Atleta de parabadminton, Anderson Nascimento, 16 anos, contemplado pelo Programa Parádesporto, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), começou a treinar há pouco mais de cinco meses e já celebra avanços. “Recebi um convite para ir ao ‘Camp’, que é tipo uma preparação para o teste de paratletas à seleção brasileira. Em janeiro, fiz a primeira avaliação, em São Paulo, e voltarei em julho para a segunda etapa. O apoio da Seel foi fundamental para esse passo incrível. O esporte representa tanto pra mim, que eu fico sem palavras. Quando estou na quadra, esqueço todos os problemas ou a mesmo a deficiência”, afirma Anderson.

O Programa Parádesporto é uma das estratégias do Governo do Pará destinadas a impulsionar o esporte adaptado, por meio de atividades esportivas gratuitas para pessoas com deficiência (PcD), entre 9 e 17 anos, em Belém, além de ceder espaços para treinamentos e custeio de viagens para participar de competições.

O parabadminton é uma das nove modalidades esportivas – Futebol PC, Parataekwendo, Tênis de Mesa, Voleibol Sentado, Futebol de Amputado, Natação, Bocha e Atletismo – incentivadas pelo Programa na sede da Tuna Luso Brasileira.

“Crianças e adolescentes com diferentes tipos de deficiência são integrados ao ‘Parádesporto’ e recebem apoio para além do esporte. Me emociono em lembrar de um dos nossos paratletas, que sofria de depressão e no início não quis participar dos treinos, até que ele decidiu dar uma chance ao esporte e hoje é um dos nossos medalhistas. É muito gratificante pra gente ver uma criança com paralisia cerebral, mesmo com pouco equilíbrio, feliz correndo para mostrar a sua medalha. É maravilhoso! Já estamos no ranking nacional, e o apoio da Seel faz a diferença”, ressalta Valdir Aguiar, professor responsável pelo “Parádesporto” e presidente da Associação Clube Esporte Adaptado em Belém (Aceab), instituição parceira do Programa.

Em abril, a paratleta Maria Sofia conquistou a medalha de bronze na 3ª edição do Campeonato Brasileiro de Jovens de Bocha Paralímpica, na categoria BC3, para atletas com maior grau de comprometimento motor, e o paratleta Lauan Nascimento ficou em quarto lugar, no BC1, destinado a atletas com paralisia cerebral. Integrantes do All Star Rodas, equipe de basquete em cadeira de rodas também incentivada pelo governo do Estado

“O Pará tem excelentes representantes paratletas. Eles sempre participam de competições regionais, nacionais e internacionais, e conquistam bons resultados e medalhas. Isso é muito bom para o nosso Estado e traz benefícios que previnem doenças secundárias, além de promover a inclusão, socialização e ressocialização das pessoas com deficiência”, destaca o secretário de Estado de Esporte e Lazer, Cássio Andrade.

Apoio à permanência- O Programa Bolsa Talento investe na permanência dos atletas paraenses em suas modalidades esportivas, ajudando na manutenção dos equipamentos de treino e competição, a fim de fomentar a participação desses atletas em campeonatos dentro e fora do Pará. Em 2023, o Programa contemplou 12 atletas.

Paratleta do All Star Rodas, Débora Costa é atendida pelo Programa Bolsa Talento e integra a Seleção Brasileira de Basquete em Cadeira de Rodas. “Posso falar com propriedade sobre a importância do Programa. Somos chefes de família, temos filhos, e esse auxílio nos dá segurança. A gente tem a tranquilidade de poder sair para treinar e deixar nossos filhos em casa para poder nos dedicar ao esporte. Tudo isso só é possível graças ao apoio da Seel. Até pra gente viajar e garantir nosso material esportivo, esse apoio é muito fundamental”, assegura Débora. Paratletas sobem ao pódio em várias competições representando o Pará

Conquista mundial– O governo do Estado também garantiu apoio ao atleta David Pontes, que se consagrou campeão mundial de Paradança. Toda a equipe de Paradança do Pará treina na sala de dança do Estádio Olímpico, o Novo Mangueirão, em um espaço amplo, moderno e adequado às necessidades do grupo.

“Me tornei uma pessoa com deficiência aos 19 anos, por conta de um acidente de moto. Eu poderia escolher viver entre quatro paredes ou sentar numa cadeira de rodas para descobrir o mundo. Há 12 anos, eu era um rapaz numa vala, sem saber o que ia acontecer na minha vida. E hoje, eu me vejo no lugar mais alto do pódio, cantando o Hino Nacional, com a medalha de campeão no peito, representando o nosso Estado e o Brasil mundo afora. Isso para mim é algo maravilhoso, e tudo isso graças ao apoio da Seel, que tem sido fundamental nesse processo. Me sinto valorizado dentro do Estado”, garante David.

O atleta integra a equipe nacional desde 2021, e nos anos de 2022 e 2023 ficou em primeiro lugar no ranking mundial, na classe L1 single freestyle. Em 2023, conquistou a primeira medalha de ouro do Brasil no Japão, conquistando o título de campeão mundial.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Canaã dos Carajás, PA Atualizado às 04h02 - Fonte: ClimaTempo
22°
Parcialmente nublado

Mín. 22° Máx. 31°

Seg 31°C 21°C
Ter 31°C 21°C
Qua 30°C 21°C
Qui 30°C 21°C
Sex 32°C 22°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes